A linha de atuação que efetiva os serviços é a Psicologia Cognitiva-comportamental e a Hipnose Condicionativa.

Tais abordagens tem a intenção de desenvolver a percepção e a cognição que se estabelece nas vivências diárias.

A cognição corresponde a interação entre vários elementos mentais, como por exemplo: pensamentos, sentimentos, comportamentos, emoções, aprendizado, memória e atitude.


À partir desses elementos vai se construindo um conjunto de reações emocionais, fisiológicas e comportamentais que acabam gerando um padrão de funcionamento psicológico disfuncional. Este padrão psicológico irá alterar significativamente as relações com o outro, com o mundo e consigo mesmo.

O SER humano fica muito vulnerável a situações em que se ativam os esquemas cognitivos do tipo: Desamor, desvalor, desamparo, abandono, fracasso, auto-sacrifício, privação emocional, inibição emocional, falta de auto controle, falta de auto disciplina, subjugação, maximização do negativo, padrões inflexíveis, críticas exageradas, vitimização, rotulação, argumentação emocional, entre outros tão relevantes quanto esses mencionados aqui (Totalizam 29 esquemas mentais). Logo, fica-se vulnerável pelos registros de memória emocional das situações do passado, implicando dessa forma, na inviabilidade do projeto de ser e de estar no mundo.

Por isso, a Psicologia Cognitiva-comportamental no desenvolvimento do meu trabalho vai priorizar os esquemas mentais que são mal adaptados a realidade que se apresenta e a Hipnose Condicionativa tem como função retirar a carga emocional negativa contida nos traumas do passado. 

Neste âmbito, a psicoterapia com essas duas abordagens é focada em esquemas mentais, favorecendo, dessa forma, o reconhecimento de novas habilidades e competências nas relações amorosas, de trabalho, familiares e sociais.

 

HIPNOSE CONDICIONATIVA

Nesta abordagem de trabalho utiliza-se cinco técnicas para tratar os estados emocionais em desequilíbrio. São:

1ª Energização da auto estima(com foco nas impurezas do corpo físico e no despertar da auto estima);

2ª Regressão da Memória (foco na eliminação do sofrimento dos traumas);

3ª Ressignificação das qualidades pessoais (aborda as habilidades e competências da pessoa);

4ª Recondicionamento da mente (Linguagem dos MCs) associada a Técnica de condicionamentos externo (programação mental utilizando os sentidos de percepção, relógio biológico , reações ao meio, comportamento e mobilidade) e sendo necessário, inclui-se a Técnica para controle de abstinência (controle do mecanismo da vontade) e/ou acrescenta-se a Técnica de analgesia;

5ª Progressão Mental (condiciona a mente ao alcance dos objetivos. Por exemplo: Passar no vestibular).

 

Maiores informações poderão ser solicitadas pelo email: noranadir@hotmail.com

 

Nora Nadir - Psicóloga Clínica e Organizacional - Florianópolis / SC
+55 (48) 99928-1493 / noranadir@hotmail.com